fbpx

Se o ronco assusta, a apneia, sem diagnóstico, é pior ainda!

Poderia ser apenas ronco mas, e se estiver acompanhado de apneia??

A apneia do sono assusta, né?

Sendo um distúrbio do sono e com um nome esquisito assim, pensamos sempre que os sintomas dessa síndrome são assustadores e bem notáveis. Mas, não é bem assim…

Como já dissemos, até mesmo adormecer dirigindo ou durante o tempo que o sinal de trânsito fica fechado, pode ser sinal para de suspeita de Apneia!

E como, de acordo com o próprio Ministério da Saúde, já é considerado problema de saúde pública e sabemos que cerca de 33% de nossa população adulta, possui apneia do sono, você mesmo pode ter e não ter diagnóstico ainda!

Consequências da Apneia não tratada

A SAOS (Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono) pode predispor, desencadear e se relacionar com uma série de outras doenças e, o que é pior, agravando-as.

São muitas as doenças que podem se relacionar com a apneia. Vamos dar uma olhada logo abaixo nos poucos exemplos abaixo, com os quais a apneia pode se relacionar intimamente, minando mais rapidamente a saúde e a qualidade de vida da pessoa:

Doenças cardiovasculares:

Pacientes que possuem apneia costumam ter risco aumentado para desenvolver uma ampla gama de complicações cardiovasculares, que vão desde a hipertensão arterial, arritmias cardíacas, etc.

Considere que durante a apneia há escassez de oxigênio circulando na corrente sanguínea. Isto faz com que haja aumento da frequência cardíaca, enquanto você está dormindo.

Depressão

Com uma incidência cada vez maior em nossa população, a depressão costuma acometer as pessoas que possuem SAOS. Como a privação de sono pode ser um sintoma da depressão, acabam se tornando uma dupla perigosa.

Note que, o significado de privação de sono não significa que a pessoa não tenha dormido mas, que o sono foi tantas vezes acompanhado pelos episódios de apneia, que foi superficializado pelos “despertares”, não percebidos pela própria pessoa mas que, superficializando o sono, o condiciona a ser de baixa da qualidade.

Nosso sono, para nos refazer, deve passar pelas várias fases, algumas vezes, durante a noite, inclusive pelas fases mais profundas, onde são produzidos mediadores químicos, hormônios, estabilizadores de humor e demais substâncias de que vamos precisar, para aproveitar bem nosso dia. Se a quantidade de sono não é suficiente, sentimos sonolência diurna, dormindo em sinais de transito ou, o que é pior, na direção de algum veículo.

DIABETES E SÍNDROME METABÓLICA

Quer seja a pré-diabetes, diabetes ou síndrome metabólica, as pessoas com SAOS possuem um risco adicional em desenvolver essas doenças. Ainda que elas sejam muito mais fortemente ligadas à obesidade, SAOS é conhecida por ser um risco adicional tão forte quanto.

Por ser uma condição silenciosa, a SAOS, por vezes, passa despercebida. Mas, agora que você sabe de alguns dos riscos que pode estar correndo, que tal, se você ronca, procurar um diagnóstico?

Os profissionais, seja da Medicina ou da Odontologia, com formação em medicina do sono, saberão diagnosticar, orientar, melhorando sua qualidade de vida, minimizando as possibilidades de agravamento das doenças e complicações listadas acima!

Fale conosco! Estamos esperando seu contato.

Share:
Leave comment

WhatsApp chat