fbpx

Higiene bucal da criança – Saiba a importância do fio dental e a escovação da língua

Higiene bucal da criança – Saiba a importância do fio dental e a escovação da língua

Os pais precisam orientar a higiene bucal da criança, orientando para que os filhos se adaptem à essas responsabilidades, desenvolvendo o costume do uso da escova e do fio dental desde cedo.

Com esta atenção precoce, é possível evitar cáries nos dentes e gengivite.

Para entender como são importantes o fio dental e a escovação, acompanhe mais informações a seguir:

Higiene bucal da criança começa estabelecendo-se o hábito

O cuidado com a saúde bucal deve iniciar desde cedo e conforme os anos passam os pais precisam continuar a estimular para que isso ocorra até mesmo fora de casa.

Em exemplo, a criança vai perceber como é importante escovar os dentes após o lanche, quando estiver na escola. Para isto é preciso ter o exemplo dentro de casa.

Como exemplo os pais devem definir que a escovação aconteça sempre após as refeições. Ainda é necessário orientar sobre a higienização da língua e o uso do fio dental. Quando a criança crescer isto vai fazer parte do seu cotidiano.

Como ensinar sobre a higienização da língua

A melhor forma de trabalhar com os pequenos é fazer a escovação em parceria. Com a falta de escovação as placas bacterianas, que não foram removidas podem virar uma placa espessa (saburra) e ocasionar o mau hálito.

Para deixar este momento divertido e agradável vale apostar em uma brincadeira. Os papais e mamães podem fazer a tarefa na frente do espelho como modo de aprendizagem.

Para ficar descontraído faça caretas e, se for preciso, invista em escovas com temas infantis. O correto é que fique claro que a escovação consiste no cuidado com os dentes, língua, complementando com o uso do fio dental.

Uso do fio dental

Para manter o hábito da higiene bucal e deixar a criança motivada, faça um kit com escova, creme e fio dental, encorajando o uso, quando estiver na escola.

Problemas bucais na infância

É preciso salientar que a ausência do fio dental ou a escovação pode implicar em manutenção de resíduo de alimentos nos dentes. Neste caso é possível ocasionar um quadro de gengivite e cárie.

Quando a cárie não é diagnosticada e tratada precocemente, é possível que ela avance e cause dor.

A busca pelo dentista

Além de seguir estes hábitos é importante que os pequenos se habituem a ir ao dentista desde os primeiros anos de vida.

Este cuidado pode evitar problemas dentários e ósseos no período da adolescência ou na fase adulta. É fundamental que as crianças sejam avaliadas, ainda com dentes de leite, por um ortodontista.

Este especialista vai orientar aos pais, o método da escovação e, existir algum outro problema, é possível iniciar o tratamento desde cedo.

Muitas crianças pequenas podem apresentar problemas nos ossos maxilares, devido a respiração pela boca, sucção de dedo, mastigação com boca aberta ou ronco. Nestas situações, um ortodontista, pode auxiliar.

Conforme o diagnóstico pode ser preciso optar por um trabalho em equipe com o ortodontista, fonoaudiólogo e otorrinolaringologista. Todos estes profissionais vão auxiliar os pais e garantir a melhor forma de chegar a um resultado positivo. De qualquer modo, é importante salientar que a higiene bucal da criança inicia desde a amamentação.

Somente um profissional especializado está capacitado a avaliar e indicar os cuidados preventivos ou curativos, se for o caso. Aproveite e não perca tempo! Agende sua consulta e mantenha a saúde dos seus filhos.

Postar Comentário

WhatsApp chat