fbpx

O Sono e o Desempenho do Atleta

Menino e menina sorrindo em cima de um pódio com medalhas no pescoço - Orthoclin

O Sono e o Desempenho do Atleta

Para os atletas, a qualidade do sono e a rotina correta são fundamentais, visando o bom desempenho em competições esportivas.

Os eventos, no calendário esportivo, exigem que o resultado nos treinos seja efetivo, conduzindo ao êxito, o atleta mais bem preparado.

A disciplina nos treinos dos atletas deve ser orientada de forma a proporcionar o descanso e recuperação necessários, além do período adequado para o sono.

Segundo Dra. Claudia Moreno, membro da Associação Brasileira do Sono, o caráter reparador do sono é essencial para os atletas. “O sono permite ao organismo realizar suas atividades durante a próxima fase de vigília. No caso dos atletas, isso afeta diretamente o desempenho no esporte”, explica a especialista.

A privação do sono causa alterações físicas e psicológicas. “O sono de má qualidade pode afetar a memória, causar irritabilidade e, principalmente, afetar a capacidade de concentração do atleta, o que pode reduzir seu desempenho”, explica a Dra. Claudia.” O atleta pode, ainda, sentir fraqueza causada pela redução de energia e sonolência em momentos indesejados”, completa.

A falta de atenção e concentração, que predispões a lesões e também reduzem o desempenho escolar, podem estar ligadas, não só ao sono de baixa qualidade, mas à privação de sono também.

Lembrando que a boa qualidade do sono está ligada à respiração livre e desobstruída. Quando há presença de esforço e ronco, esta situação nos leva, ao resultado imediato de sono de baixa qualidade. Isto é, deixa de ser reparador.

A longo prazo, durante o crescimento, a atuação da dificuldade na função respiratória, presença de ronco, pode deformar os maxilares. Dando como resultado, dentes mal posicionados ou apinhados, prejudicando a beleza do sorriso. Quando estas alterações resultam em apelidos ou bullying, as consequências psicológicas podem ser sérias. E, o emocional do pequeno atleta pode ser afetado.

Se seu “atleta” está em crescimento, faça avaliações com otorrinolaringologistas sobre a respiração. E, caso já tenha repercussão nos maxilares, procure um ortodontista.

Havendo qualquer dúvida, entre em contato conosco, para esclarecimento.

 

Banner contato para agendar uma consulta

Compartilhar:

Postar Comentário

WhatsApp chat