fbpx

Qual a relação entre a menopausa e os distúrbios do sono?

Qual a relação entre a menopausa e os distúrbios do sono?

Na menopausa há um grande impacto no organismo feminino, com a redução da produção dos hormônios. Um dos exemplos é a famosa alteração de humor.

Mas não é só isto, ocorre também o indesejável ganho de peso e os famosos “calores”. Contribuindo para a instalação de distúrbios do sono. Que, não raras as vezes, são compostos de ronco alto, interferindo na qualidade de vida e nos relacionamentos.

Desta forma, frequentemente, advém a falta de sono. E, como um círculo vicioso, a privação de sono pode afetar a produção dos níveis hormonais e o metabolismo. Assim, dificultando a manutenção do peso, do humor, entre outras coisas.

 

É importante que se identifique a origem dos problemas, para que estes possam ser controlados. Como por exemplo: A falta de sono, insônia e o sono fragmentado, os despertares noturnos. Estes são sintomas que devem ser pesquisados. Pois, podem ter origem em múltiplos fatores, durante a menopausa.

Nesta fase, os distúrbios do sono, como ronco e apneia, têm condições propícias para se instalar. Prejudicando sua qualidade de vida.

Se você se identificou com as situações acima, e já apresenta o ronco. O exame de Polissonografia evidencia se o ronco está acompanhando ou não, de apneia. Procure um profissional do sono, que poderá diagnosticar e lhe orientar sobre o tratamento mais adequado. Como: a máscara / CPAP ou ao uso do aparelho intra-oral.

 

 

O tratamento do ronco com o aparelho odontológico é simples. O aparelho é fácil de usar e bastante efetivo. E, o dentista, com formação em Odontologia na medicina do sono. Está apto a realizar seu tratamento, livrando-o do ronco e apneia do sono.

 

 

Cuide-se! Você merece!

Se você está entrando nesta nova experiência de vida, se informe. Sinta-se à vontade para nos contatar.

Postar Comentário

WhatsApp chat